domingo, 11 de janeiro de 2015

Je suis Charlie

Não se fala de outra coisa nos últimos tempos mas eu não consigo ficar calada sobre este assunto.

Não sou uma rapariga de fé, pelo menos da "tradicional" fé, não é numa igreja ou numa mesquita que procuro Deus, na verdade nem acredito em Deus. 
A minha fé é nas pessoas, ainda tenho fé nas pessoas, apesar dela ficar um tanto ou quanto abalada quando vejo noticias como as que temos tido nos últimos tempos. 
Existem pessoas más, não se iludam. não digam que é por culpa do sistema ou por outro motivo qualquer porque não é,nem sempre é. 
É mau dizer isto, mas é verdade, existem mesmo pessoas más. E pior do que existirem pessoas más, é existir pessoas que usam a religião, que supostamente deveria trazer paz ao mundo, como motivo e razão para matar indiscriminadamente. É triste ver pessoas com tanta fé e amor ao seu Deus sem um pingo de amor no coração. Mais do que triste, é revoltante. Pelo menos a mim revolta-me ver pessoas morrer pela maldade alheia. 

Felizmente, existe a outra face da moeda. E a onda que se gerou em torno do jornal satírico Charlie Hebdo faz-me pensar que ainda existe salvação para este mundo. A liberdade em qualquer que seja a sua vertente foi algo que custou muito a conseguir, e ainda hoje infelizmente nem todos podem dizer que vivem num pais livre. e como neste caso, nem quem vive num pais onde a liberdade faz parte dos alicerces está livre de levar com um extremista em cima. Mas como eu estava a dizer, a liberdade que tanto custou a conseguir é um direito que nos assiste, e ninguém tem o direito de a tirar. Por isso também eu sou Charlie. 



Bom Domingo para todos, 
Tânia


2 comentários:

  1. Obrigada por seguires o que vou escrevendo, querida! E desculpa não estar muito presente aqui, mas o pouco tempo que aqui passo passo-o a escrever porque os exames têm chamado por mim. Mas vou tentar estar por aqui, a escrever o que a liberdade me concede, e a agradecer-te por gostares de me ver livre :)

    ResponderEliminar
  2. Eu também tenho fé nas pessoas... Somos nós que podemos ajudar uns aos outros e assim melhorar a vida de todos. Eu penso assim.

    Bjos, gata!

    chuvadecamelias.blogspot.com.br

    ResponderEliminar